Pirelli escolhe macios e médios para Hungaroring

Paul Hembery, diretor da fornecedora, afirmou que compostos escolhidos para GP da Hungria oferecem melhor “compromisso entre desempenho e durabilidade”

A Pirelli anunciou a escolha dos compostos macios e médios para o GP da Hungria, décima etapa da temporada 2015 da Fórmula 1. Paul Hembery, diretor da fornecedora de pneus, explicou os motivos da decisão.

“Decidimos pelos médios e macios – os mesmos utilizados nesse circuito na temporada passada – para mantermos o compromisso entre desempenho e durabilidade”, ressaltou o dirigente, que em seguida deu mais detalhes e ressaltou a importância da estratégia em relação aos pneus em Budapeste.

“São compostos que proporcionarão a aderência necessária e, ao mesmo tempo, resistirão o suficiente para suportar o calor e a sequência de curvas em Hungaroring. Como as ultrapassagens são difíceis neste circuito, a estratégia correta em relação à borracha pode fazer a diferença”, afirmou.

Hembery destacou ainda os desafios que a prova húngara - uma das mais desgastantes do calendário, como também é o GP de Cingapura – impõe ao carro, aos pneus e aos pilotos.

“É um verdadeiro desafio para piloto, carro e pneus, pois todos são exigidos ao máximo. (Hungaroring) É, muitas vezes, comparado com Cingapura devido ao grande número de curvas e às altas temperaturas", encerrou.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Pista Hungaroring
Tipo de artigo Últimas notícias