Pirelli prevê máximo de três paradas por pilotos em Barcelona

Para diretor da empresa, Paul Hembery, circuito espanhol é dos mais exigentes e degradação será alta

Com pneus mais resistentes este ano, a Pirelli prevê um GP de Barcelona com muitos pit-stops, mas bem menos em relação aos últimos anos. Para o diretor de automobilismo da fornecedora da F1, Paul Hembery, a maioria das equipes planejará no máximo três paradas domingo.

“Ultimamente vimos até quatro pit-stops na Espanha. Com as mudanças que fizemos nos pneus este ano, nós agora esperamos ver não mais do que três paradas para a maioria dos pilotos”, opinou Hembery, que considera o circuito catalão um dos mais exigentes do calendário para os pneus.

[publicidade] “É comum dizer que o Barcelona dá a representação mais precisa da temporada, pois um carro que funciona bem em Barcelona costuma ter um bom desempenho em todos os lugares. O mesmo vale para os pneus. O circuito espanhol é um dos mais exigentes, com curvas longas e rápidas, que forçam bastante os pneus, o que resulta numa alta degradação. A superfície da pista também é muito abrasiva e a temperatura ambiente pode ser alta, o que aumenta a carga sobre os pneus", explicou Hembery.

A Pirelli separou os compostos duros e médios para a prova espanhola.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Tipo de artigo Últimas notícias