Pirelli quer mudar regras da classificação, mas equipes resistem

Barrichello também critica brecha no regulamento que permite que pilotos não marquem tempos para economizar pneus no Q3

Pilotos têm preferido assistir aos treinos do box

A prática cada vez mais comum de não marcar tempo na última parte da sessão de classificação anda incomodando muita gente, entre fãs, pilotos e até a Pirelli. Com o objetivo de economizar pneus, pilotos que não brigam pela pole optam muitas vezes por sequer ir à pista, fazendo a categoria acenar para uma mudança de regras.

“Entendemos por que as pessoas não querem ir à pista, por um ponto de vista esportivo, tentando obter um melhor resultado ao guardar um jogo de pneus”, afirma Paul Hembery, diretor esportivo da Pirelli.

“Do ponto de vista dos fãs, claramente não é o ideal. Do nosso ponto de vista, se pudermos fazer alguma coisa estamos felizes em sentar com as equipes e tentar encontrar uma solução.”


O dirigente afirma que a empresa fornecedora de pneus tem idéias mas, no entanto, reclama da falta de interesse das equipes em discuti-las.

“Não é perfeito quando você não consegue discutir. Temos de tentar fazer com que o interesse seja de ambos os lados para que encontremos a melhor solução.”

Rubens Barrichello é um dos que não está nem um pouco contente com a prática. Para o brasileiro, isso prejudica muito a corrida de quem não consegue passar para o Q3.

“Essas coisas precisam ser revistas porque sempre foi falado que os dez primeiros têm a vantagem de estar na frente, mas o 11º teria a vantagem de largar com o pneu novo. Agora não está tendo, pois o sétimo está com pneu novo.”

Do alto de suas 19 temporadas de experiência na categoria, Barrichello afirma que este não é um problema novo.

“Acho que a F-1 muda o regulamento e, alguns anos depois, um problema que já aconteceu volta. Isso não é uma coisa nova. É um desrespeito com aquele que paga para vir para a pista, com o fã em geral? É. O que o piloto vem fazer na pista? Andar. Então, se ele não sair, é porque tem alguma coisa errada.”

O piloto da Williams propõe uma mudança nas regras para obrigar todos a ir à pista.

“Tem que mudar. Teria de ser uma obrigação, como no passado, os dez primeiros largarem com os pneus usados por no mínimo uma volta. Não é justo. Tanto é que eu não tinha entendido por que o Schumacher largaria na frente do Kobayashi, já que ele só saiu e o Kobayashi chegou a abrir uma volta. Então, no sábado à noite, eles reconfirmaram”, citando o exemplo do GP do Japão.

(colaborou  Luis Fernando Ramos)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Rubens Barrichello
Tipo de artigo Últimas notícias