Por segurança, bicos altos podem ser extintos

Segundo diretor-técnico do Instituto FIA, medida tem como objetivo evitar decolagens como a de Webber no GP da Europa do ano passado

 

Os bicos altos dos carros de F1, que nasceram no início da década de 90 e se tornaram padrão nos carros da categoria, podem ser extintos por questões de segurança.
 
De acordo com o consultor técnico do Instituto FIA, Andy Mellor, a abolição dos "narizes empinados" tem como objetivo evitar que os carros decolem após perderem a asa dianteira, como aconteceu com Mark Webber no último GP da Europa.
 
"O aspecto chave é a altura do nariz do carro que vem atrás, uma vez que isso determinará se o carro vai ou não decolar. Outro fator que influencia é a velocidade e a aceleração vertical resultante disso", comentou Mellow à revista "IQ".
 
"Existem parâmetros bem definidos para que esses contatos não provoquem uma decolagem. O conhecimento existe. Só precisa ser colocado em prática", completou o especialista. Outra alternativa, para evitar que os bicos altos sejam extintos, seria alterar o design das asas, para que elas ajudem a manter o nariz do carro baixo no caso de colisão com uma roda traseira.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias