"Precisamos melhorar nas próximas corridas", diz Ferrari

Diretor técnico do time julga como decepcionante o desempenho do F138 nas duas últimas provas disputadas

Tendo como meta o segundo lugar no campeonato de construtores de 2013, o diretor técnico da Ferrari, James Allison, disse que o time precisa melhorar o F138 ainda até o fim da temporada. Para o engenheiro, os últimos dois GPs foram ruins além do imaginado para a equipe de Maranello.

"Os GPs da Coreia e do Japão foram uma decepção para nós. É sempre decepcionante quando você não ganha, mas o nível de desempenho nessas duas pistas de alguma forma foi abaixo de nossa expectativa", disse Allison.

"O trabalho da equipe na pista foi bom e o desempenho dos pilotos também. Temos um bom equipamento e estamos estrategicamente bem, não cometemos muitos erros. Mas o desempenho do carro não foi forte o suficiente, e isso é algo que precisamos trabalhar nas quatro corridas restantes."

A Ferrari atualmente ocupa o segundo lugar no campeonato de construtores com 297 pontos, 10 à frente da Mercedes e 33 da Lotus.

Falando sobre a próxima corrida, na Índia, Allison foi genérico para explicar o que um carro precisa para ir bem na pista de Buddh. "O Buddh International Circuit é uma pista interessante e oferece vários desafios, com um número razoável de retas, algumas curvas rápidas e outras lentas. Requer muito do carro."

"Para ir bem na Índia, um carro precisa das mesmas qualidades que o fazem ser bom em qualquer tipo de circuito: Precisa ser estável nas freadas, ser bem equilibrado em curvas de alta e baixa velocidade, ter boa tração para sair bem das curvas e boa velocidade nas retas. Estas são as qualidades genéricas exigidas de cada carro para cada pista, mas como a Índia tem uma gama tão ampla de tipos de curvas, o carro tem de ir ao limite, semelhante a pistas como Suzuka".

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Índia
Tipo de artigo Últimas notícias