"Precisava de três voltas a mais", comentou Webber, após 2º lugar

Australiano fez excelente prova de recuperação, após largada ruim e quase venceu, chegando a menos de um segundo de Rosberg

Logo após anunciar que deixará a categoria e ser questionado sobre a possibilidade de passar seu último ano na F1 sem uma vitória, já que ainda não venceu este ano, Mark Webber, imaginou: “quem sabe ela não venha já em Silverstone. Quem sabe eu não passe alguém na última volta”, disse na última quinta-feira. E por muito pouco a previsão do australiano não se concretizou de maneira épica.

Saindo em quarto, Webber caiu para 15º logo na primeira volta, após uma péssima largada e um toque que danificou sua asa. Contando com uma ótima estratégia e dois safety cars, o piloto da Red Bull fez uma grande prova de recuperação e chegou colado em Nico Rosberg no final, apenas 0.7 segundos atrás. “No final precisava de mais umas três voltas, mas Nico mereceu, pois fez uma grande corrida”, disse Webber, que viu cinco pilotos terem problemas com os pneus Pirelli, que estouraram. “Tivemos sorte em não ter este problema”.

Sobre a queda na largada, Webber não soube explicar. “Não tenho a mínima ideia do que aconteceu, tivemos duas ou três grandes largadas, mas voltamos ao normal. Depois, na primeira curva, acho que Grosjean tocou minha asa. Mas os caras fizeram um grande trabalho para trocar minha asa e me recolocar na corrida. Foi uma grande estratégia.”

Agora, Webber vai em busca da vitória na Alemanha, justo na casa de seu rival Sebastian Vettel. “Será legal vencer a próxima prova. Não sei em que país vai ser, mas será legal vencer”, ironizou.
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pista Silverstone
Pilotos Mark Webber
Tipo de artigo Últimas notícias