Preterido na Mercedes, Michael Schumacher anuncia aposentadoria

Aos 43 anos, alemão soma sete títulos e 91 vitórias em 302 GPs. Leia o discurso publicado pelo piloto na íntegra

O alemão Michael Schumacher anunciou sua aposentadoria definitiva da Fórmula 1. Aos 43 anos, o heptacampeão mundial, dono do currículo mais vitorioso da história da categoria, fará seu 303º GP neste final de semana no Japão, com um saldo de 91 vitórias, 68 poles e 155 pódios.

É a segunda aposentadoria de Schumacher. A primeira foi anunciada durante a temporada 2006, quando corria pela Ferrari e disputava o título – foi vice-campeão na ocasião. Porém, em 2010, o alemão retornou à categoria e amargou três anos de insucessos com a Mercedes, obtendo um pódio – com o terceiro lugar no GP da Europa deste ano – e uma pole – no GP de Mônaco, apesar de não ter largado na ponta por ter causado um acidente com Bruno Senna na prova anterior, sendo punido com a perda de cinco posições no grid.

LEIA MAIS:

Na semana passada, o alemão foi preterido na equipe Mercedes em favor da chegada de Lewis Hamilton ao time, a partir de 2013. Confira na íntegra o discurso em que Michael Schumacher anunciou a aposentadoria.

“Decidi me aposentar da F-1 ao final da temporada, ainda que consiga competir contra os melhores do mundo. Isso é algo que me dá orgulho, e é parte do motivo de nunca ter me arrependido de ter voltado.

Posso ficar feliz com minha performance e o fato de estar continuamente melhorando durante todos os três últimos anos. Mas, em algum momento, é hora de dizer adeus. Disse ao final de 2009 que queria ser medido por meu sucesso e é por isso que sofri tantas críticas nestes últimos três anos, o que é justificável em parte. Não há dúvida de que não atingimos nossa meta de desenvolver um carro capaz e lutar pelo campeonato nestes três anos. Mas também ficou claro que posso ficar muito contente com meus resultados na F-1.

Durante as últimas semanas e meses não tinha certeza se ainda teria a motivação e energia necessárias para continuar. E não é meu estilo fazer nada do que não estou 100% convencido. Com minha decisão de hoje me sinto liberado destas dúvidas. No final, não é minha ambição ficar apenas pilotando, mas sim, lutar por vitórias, e o prazer de pilotar é nutrido pela competitividade”.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Michael Schumacher
Tipo de artigo Últimas notícias