"Primeira fila não é essencial em Monza", diz Button

Para piloto inglês da McLaren, presença de duas zonas de ativação da asa móvel fará com que pilotos joguem com as ultrapassagens durante prova

Jenson Button: de olho na pressão da Mercedes
Na opinião de Jenson Button, largar da primeira fila no GP da Itália, em Monza, não é essencial para um bom resultado, que é o objetivo principal da McLaren.
 
Segundo o piloto inglês, campeão em 2009, a presença da asa móvel em dois pontos do circuito italiano ajudará os competidores a jogarem melhor com as ultrapassagens durante a corrida. 
 
"Quero mais pontos, claro. Me sinto confortável com o carro, ele está com o equilíbrio que gosto e talvez seja a primeira vez que me sinta assim. Quando encontramos o equilíbrio ideal, nos sentimos confiantes e espero que em Monza seja assim", explica.
 
"Incluíndo Spa, em Monza você não precisa largar da primeira curva, mas é difícil encontrar o caminho na primeira curva. Ficar fora de problemas e classificar bem é importante, mas a curva 1 não é essencial, pois você pode jogar mais o jogo com a asa móvel", comenta.
 
Button espera uma evolução no desempenho neste fim de semana, uma vez que a Mercedes se mostrou uma concorrente à altura na corrida anterior, em Spa-Francorchamps.
 
"A Mercedes foi muito rápida em Spa e estamos tentando coisas diferentes. Temos boa velocidade em reta, mas não é o suficiente. Precisamos de um carro mais eficiente, mas dirigibilidade e motor trabalharão bem", encerra.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Itália
Pilotos Jenson Button
Tipo de artigo Últimas notícias