Primeiro título de Schumacher completa 20 anos, e site do ex-piloto é reativado

Espaço servirá para reunir mensagens de fãs, que buscam incentivar a família do piloto neste duro momento de recuperação

Site oficial de Schumacher será reativado nesta quinta-feira
São raras as novidades sobre o estado de saúde do heptacampeão Michael Schumacher, mas, no dia 12 de novembro, uma data histórica para ele, os fãs receberam uma boa notícia. Nesta quarta-feira, a equipe de comunicação do ex-piloto alemão, que se recupera de um acidente de esqui sofrido em dezembro do ano passado, reativou o site oficial como forma de homenagem pela primeira conquista mundial na Fórmula 1.
 
[publicidade]Em comunicado divulgado, Sabine Kehm, porta-voz de Schumacher, relembrou que o dia 12 de novembro de 1994 marcou o início da hegemonia do alemão na categoria máxima do automobilismo. Para relembrar o campeonato mundial, o site foi reativado para reunir as mensagens de incentivo dos fãs, que convivem com poucas notícias sobre a saúde do heptacampeão.
 
“O dia 13 de novembro de 1994 é especial na carreira esportiva de Michael Schumacher. Há 20 anos, tornou-se no primeiro alemão a sagrar-se campeão mundial de Fórmula 1, conquistando o primeiro dos sete títulos”, escreveu a porta-voz do antigo piloto.
 
O site oficial de Michael Schumacher (http://www.michael-schumacher.de/) estará disponível para o acesso nesta quinta-feira, mas desde já possui uma mensagem de agradecimento dos familiares para os fãs do alemão.
 
“Muito obrigado por tudo! Queremos agradecer todas as pessoas pela energia positiva que dão para a recuperação de Michael. Temos certeza que isso o ajuda muito neste momento”, escreveu a família.
 
Michael Schumacher sofreu um grave acidente de esqui no dia 29 de dezembro do ano passado, em Meribel, nos Alpes franceses. O alemão bateu com a cabeça em uma pedra e acabou internado em um hospital na cidade de Grenoble, onde permaneceu em coma até junho deste ano.
 
O heptacampeão foi transferido para um hospital na Suíça, no qual permaneceu até setembro deste ano. A partir de então, Schumacher foi liberado pelos médicos para seguir com o tratamento em casa. Não há previsão sobre o tempo de recuperação e informações sobre quais as sequelas carregadas pelo alemão por conta do acidente.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias