Problema limita treino de Massa, que vê fim de semana difícil

Brasileiro revela que updates da Williams funcionaram, mas acredita que Red Bull e Ferrari estão mais fortes

O final de semana não começou exatamente como planejado para Felipe Massa na Hungria. O brasileiro testou e aprovou as novidades que a Williams trouxe para o circuito de Hungaroring, mas teve um problema não identificado na parte traseira, o que o impediu de fazer a simulação de corrida, que geralmente acontece no final da sessão.

[publicidade]“Eu tive um problema na parte traseira do carro”, disse o piloto ao TotalRace. “Em todas as curvas para a direita, o carro estava com uma reação estranha. E, para a esquerda, estava normal. Era algo na parte posterior esquerda. Como não acharam qual era o problema olhando, teremos de desmontar a suspensão para ver, mas tenho certeza de que estará tudo certo para amanhã.”

Antes de perder tempo nos boxes, Massa fez sua simulação de classificação e terminou o dia na décima colocação. Seu companheiro, Valtteri Bottas, foi o oitavo, mostrando que a Williams está mais atrás do que nas provas anteriores, algo explicado por Massa pelas características da pista.

“Acho que vai ser difícil, a Mercedes está muito forte e talvez a Red Bull seja a equipe mais próxima deles aqui. A Ferrari também parece mais competitiva do que nas últimas corridas, algo relativo à pista. Parece que será uma pista mais difícil para nós do que as últimas mas, para ter certeza, temos de esperar até a classificação.”

Massa afirmou ainda que as peças trazidas pela Williams funcionaram e serão usadas no restante do final de semana. “Vamos manter a asa traseira a nova parte traseira em ambos os carros. As novas peças nos deram o que elas deveriam dar.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias