Provas de julho serão fundamentais para campeonato, atesta Alonso

Vettel e Webber concordam com espanhol e destacam consistência: "Mesmo se vencer 5, o que importa é o que fez nas outras 15"

Fernando Alonso pode ter conquistado 20 pontos de vantagem para seu rival mais próximo na luta pelo título após a vitória no GP da Europa, mas nem mesmo o espanhol acredita que isso não pode mudar rapidamente. Porém, a exemplo de dois de seus concorrentes mais próximos, Mark Webber e Sebastian Vettel, o bicampeão acredita que, no final de julho, teremos um panorama mais confiável de como se desenhará a disputa pelo título.

“Temos de esperar algumas corridas para ver se mais alguém vai disputar, como Rosberg e Kimi, que podem estar perto”, lembrou Alonso ao TotalRace. “Se passarmos por julho, com três corridas em quatro finais de semana, e os resultados seguirem os mesmos, o grupo ficará mais reduzido. Se a briga ficasse entre quatro pilotos seria bom porque começaria a se definir quais são os rivais.”

O piloto da Ferrari se refere aos GPs da Grã-Bretanha, Alemanha e Hungria, disputados em três circuitos com características diferentes e que marcam a passagem pelo meio da temporada. Depois, a F-1 para durante agosto.

“Você precisa vencer corridas, mas também tem de terminar sempre e classificar-se bem”, observa Webber. “Se vencer cinco corridas e abandonar outras cinco, provavelmente não vai conseguir [ser campeão]. Você precisa estar nos pontos consistentemente. Se você tiver duas ou três corridas fora dos pontos, pode perder o fio da meada. Você tem de se manter em contato até a parada do verão. Depois, vem uma parte muito intensa do campeonato, em termos de corridas, lugares. Tem muito chão pela frente.”

Seu companheiro, Vettel, assim como Lewis Hamilton, sentiu isso na pele em Valência. O alemão caiu de segundo para quarto no campeonato e o inglês, de primeiro para terceiro, ao não completarem a prova.

“Todos os campeonatos dependem de consistência”, admite o atual bicampeão da Red Bull. “Claro que o piloto com mais pontos no final do ano é o campeão. Nada muda nesse sentido. Até aqui, tudo está muito parelho, há muitos vencedores diferentes, corridas diferentes. Não acho que vai continuar assim por todo o ano, mas é importante chegar apenas em sétimo e oitavo e conseguir poucos pontos.”

Vettel considera que não será necessário vencer muitas provas durante o ano para ser campeão. Os pilotos, por outro lado, têm de se concentrar em não zerar em muitas etapas a exemplo do próprio Alonso, único a pontuar em todos os GPs até aqui.

“Cinco vitórias é um número decente se você tem um ano tão apertado, com tantos pilotos brigando. Ganhar cinco provas ainda seria um quarto, então seria um ótimo resultado. É claro que você não pode vencer o campeonato ganhando apenas cinco corridas, acho que é o que fez nas outras 15 que conta. Ou seja, tem a ver com consistência.” 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Mark Webber , Fernando Alonso , Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias