Quarto, Massa busca resolver "quebra-cabeça" do acerto

Brasileiro fica a três décimos da Red Bull nesta sexta-feira, mas admite que carro precisa evoluir mais um pouco para brigar por vitória

Felipe Massa em Monza

Quarto colocado nesta sexta-feira, Felipe Massa foi o melhor representante da Ferrari no primeiro dia de treinos livres em Monza.

Contudo, o brasileiro e a equipe italiana têm um quebra-cabeças pela frente: encontrar o melhor acerto aerodinâmico que traga boa velocidade em reta e não atrapalhe o comportamento do carro nas curvas.
 
"Os rivais começaram muito bem e a gente não, mas melhoramos bastante na segunda sessão. Mas ainda temos o que trabalhar e entender o melhor caminho, principalmente na aerodinâmica", analisa. 
 
"Monza é uma pista onde precisamos de downforce e velocidade também. Encontrar o acerto perfeito não é o mais fácil. Melhoramos, mas temos trabalho para encontrar os últimos detalhes importantes para amanhã", comenta Massa, que fechou o dia a 0s356 de Sebastian Vettel, o mais veloz.
 
"Não é fácil", continua o piloto, sobre o acerto do carro. "O certo é botar downforce, mas aí o carro melhora na reta e piora nas curvas, então acaba perdendo. Precisamos encontrar a asa certa, ideal, que dê certo grip para as curvas, que permita cortar as zebras sem perder o grip do carro e tenha boa velocidade na reta, senão você acaba não ganhando nada com isso."
 
"O certo é achar a configuração ideal para a carga aerodinâmica para ter um rápido na classificação e que renda para o lado certo na corrida", completa.
 
(Colaborou Felipe Motta, de Monza)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Itália
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias