"Queremos vencer os dois títulos em jogo", afirma Martin Whitmarsh

Chefe da McLaren admite incômodo com vice-campeonato de Construtores nos dois últimos anos e aposta na força de sua dupla de pilotos

Martin Whitmarsh durante apresentação do MP4-27 em Woking

A palavra de ordem na McLaren é uma só: vencer. Depois de terminar 2011 como a única equipe capaz de ameaçar o domínio da Red Bull em algumas corridas, o time de Woking tem mais do que claro qual é a meta para este ano.

“Queremos vencer os dois campeonatos em jogo. É para isso que existimos. Nem sempre conseguimos, mas a F-1 é uma categoria muito desafiadora e competitiva. Não gostamos de perder e terminar em segundo nos dois últimos anos foi um pouco frustrante.  Ainda que temos orgulho das vitórias que tivemos nesse período, a meta absoluta é sempre a de ser campeão”, afirmou o chefe do time Martin Whitmarsh.

Para quebrar a escrita de temporadas recentes, a aposta dos dirigentes da McLaren se concentra no carro e nos pilotos. Por enquanto, não há muito o que falar sobre a performance do MP4-27, já que ele ainda não foi para a pista. Restou comentar aspectos visuais. “O carro parece bonito, mas a beleza de um carro está em vencer corridas. O que chama atenção nesse carro vai além da superfície. Há muita engenharia envolvida dentro dele”, disse Whitmarsh.

Mas o dirigente inglês apontou o que considera um dos pontos forte do time - e que, de certa forma, é um dos pontos fracos dos adversários -, uma dupla de força equilibrada.

“Temos a sorte de termos dois grandes pilotos, que possuem uma grande relação, ainda que um queira derrotar o outro mais do que tudo. O efeito disso é positivo, pois motiva a equipe como um todo”.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias