Queria que a temporada começasse em junho, admite Alonso

Espanhol reconhece que a McLaren dificilmente conseguirá chegar pronta ao GP da Austrália, dia 15 de março

A McLaren viveu mais um dia difícil nos testes de pré-temporada, com Jenson Button completando apenas 24 voltas. E seu companheiro Fernando Alonso, apesar de confiar no projeto do time, que inicia nesta temporada uma parceria com a Honda, admite: dificilmente o time chegará totalmente preparado para o início do campeonato, dia 15 de março, na Austrália.

[publicidade] “Vamos chegar na Austrália torcendo para que fosse junho ou julho, mas é em março e não sei se conseguiremos chegar completamente prontos. Mas chegaremos nas melhores condições que pudermos. Estou feliz com o progresso que estamos tendo.”

O espanhol trocou a Ferrari, time que defendeu nas últimas cinco temporadas e pelo qual foi vice-campeão em três oportunidades, pela McLaren em 2015 e assinou por três anos.

“Fui para o Japão semana passada, vi a animação e o entusiasmo, a estrutura e os recursos. Não sei quanto tempo vai demorar para vencermos, mas o faremos mais cedo ou mais tarde”, acredita o bicampeão.

Neste sábado, a McLaren teve problemas com o MGU-K, que continha uma peça experimental. A novidade causou problemas após 12 voltas. Button chegou a andar com a potência limitada em seu motor, mas não passou das 24 voltas no dia. Assim, nos dois dias em que participou dos testes em Barcelona, o inglês deu apenas 36 voltas no total.

O primeiro teste de Barcelona termina no domingo. Após isso, as equipes ainda terão mais quatro dias de atividades no final de fevereiro.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias