Quinto, Alonso aposta em problemas com os rivais

Ao admitir que a Ferrari não tem o ritmo de McLaren e Red Bull, espanhol torce para dificuldades nos pitstops e disputas na ponta

Alonso larga em quinto no GP da Hungria

Largar pela primeira vez atrás do companheiro Felipe Massa no ano não desanimou tanto Fernando Alonso quanto a falta de velocidade da Ferrari em relação a McLaren e Red Bull. O espanhol destacou que, mesmo se juntasse seus melhores setores do final de semana, não teria chegado ao tempo de Jenson Button, que larga em terceiro no GP da Hungria.

“Com uma corrida normal, é complicado. Não estamos largando em quinto porque aconteceu alguma coisa estranha no Q3, mas porque eles foram mais rápidos que nós – e com bastante diferença. Nem juntando os melhores setores que fizemos todo o final de semana chegamos ao tempo do Button.”

Alonso afirmou que precisa de uma corrida perfeita – e de uma pitada de sorte – para melhorar sua quinta colocação na corrida de amanhã.

“Seria bom se os quatro primeiros se atrapalhassem na primeira curva. Não tem segredo. Tenho de ter um bom ritmo de corrida, fazer pitstops perfeitos, no momento certo, ter uma boa largada para que não fique em um grupo com ritmo lento... Ou seja, tudo tem de dar certo do começo ao fim. E será preciso ainda contar com a sorte. Como foi em Silverstone: qualquer problema com um rival pode mudar sua corrida.”

O espanhol afirmou que é diferente largar atrás do companheiro, porque é necessário ter mais “prudência”. No entanto, já tem sua estratégia montada para amanhã.

“Veremos como chegaremos à primeira curva e então decidiremos, mas ter seu companheiro à sua frente muda completamente a maneira de se lidar com a curva. Vou tentar pegar o vácuo de Button, que sai logo à minha frente, e frear mais tarde que ele. Aconteça o que acontecer.”

Na disputa pela vitória, Alonso acredita que Lewis Hamilton é o mais veloz, mas que pode se atrapalhar largando do lado sujo da pista.

“Acredito que Hamilton terá ritmo melhor no final de semana em geral, mas ele larga do lado sujo e Vettel tem toda a chance de ganhar a primeira curva. Até Button, com uma largada normal, ultrapassaria Hamilton. Vamos ver como chegam à primeira curva e como são as primeiras voltas. Para nós, quanto mais luta entre eles, melhor.”

(colaborou Felipe Motta, de Hungaroring)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias