Raikkonen afirma que deve se aposentar da F-1 no fim do ano que vem

Finlandês diz que falta de liberdade atual na F-1 lhe deixa chateado e dá ultimato: "Isso é o que eu acho que vai acontecer"

Vivendo um ano difícil na Ferrari, Kimi Raikkonen disse hoje em Silverstone que provavelmente irá sair da Fórmula 1 no fim de seu contrato atual com a Scuderia Ferrari. O campeão de 2007 se disse cansado da falta de liberdade que se tem na categoria e apontou que não vê mal algum em tentar coisas diferentes.

"Isso é o que eu acho que vai acontecer."

"Eu tentei muitas coisas e acho que não há nenhum mal nisso. Não tira nem um pouco o meu foco na F-1. Eu acho que isso só ajuda. Você sempre aprende se você tentar coisas diferentes.  As equipes estão com medo de que se machuque. No passado, quando eu estava na Ferrari eu não podia fazer ralis.”

"Seria bom não apenas para nós, mas para os fãs se pudéssemos fazer muitas coisas."

Quando perguntado se tivesse esse tipo de flexibilidade se convenceria a ficar na F1 por mais tempo, Raikkonen acrescentou: "Não, eu não penso assim.”

"Fazer outra coisa não faz diferença na F-1 e no meu futuro agora."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias