Raikkonen comemora chance de se preparar melhor para 2013

Acertado com a Lotus para o ano que vem, finlandês elogia equipe "menos política" e espera crescer na próxima temporada

Recém-confirmado na Lotus para o ano que vem, Kimi Raikkonen mostrou-se animado para disputar sua segunda temporada pela equipe. Atualmente em terceiro lugar no Mundial de Pilotos, com seis pódios na bagagem, o finlandês esteve falante na quinta-feira em Abu Dhabi e, ouvido pelo TotalRace, comemorou o fato de poder se preparar melhor para a temporada 2013, depois de ter seu retorno confirmado apenas em dezembro do ano passado.

“Não muda nada para mim, mas pelo menos temos alguma meta para trabalhar e acho que isso ajuda toda a equipe a saber o que vai acontecer, então dá para se preparar um pouco mais. Estou feliz com eles”.

Raikkonen comemorou o salto de qualidade da Lotus em relação ao ano passado, quando conquistou pódios apenas nas duas etapas iniciais e, depois, caiu de produção. “As pessoas não esperavam que fôssemos bem neste ano, especialmente pelas dificuldades que a equipe enfrentou ano passado, mas diria que isso aconteceu por uma peça que colocaram no carro e que não funcionou como esperado”, lembrou o piloto, referindo-se ao difusor frontal adotado pela equipe em 2011. “São boas pessoas com muita experiência. Também não foi um ano fácil para se voltar, com muitas coisas desconhecidas, mas tudo funcionou muito bem. Claro que queríamos mais, mas funcionou muito bem depois do que eles alcançaram ano passado”, completou.

Raikkonen destacou o fato da equipe ter tido um desempenho linear durante grande parte da temporada. “É um grupo de pessoas sólido, apaixonado pelas corridas e provavelmente um pouco menos com a politicagem. Não é o maior, nem o menor time. É apenas um bom clima e isso é ajudado pelo fato deles terem obtido resultados melhores neste ano do que no ano passado. Não houve nenhum desastre ou momento muito bom, então na média foi bom para todos nós”.

Apesar da performance aquém do esperado na Índia, quando chegou em sexto após passar a maior parte da prova a menos de um segundo de Felipe Massa, Raikkonen disse que o desempenho do carro permitiria até um pódio e lamentou seu erro de acerto. “Tínhamos um bom ritmo de volta e velocidade, mas não nos lugares certos para ultrapassar. Se não tivéssemos tomado a decisão de mudar o carro antes da classificação, acho que estaríamos na terceira ou quarta posições e seria uma história diferente. Fiquei mais desapontado com minhas decisões do que com qualquer coisa porque o carro era mais rápido”.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento Abu Dhabi GP
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias