Raikkonen larga apenas em 18º no retorno à F-1: "Acontece"

Finlandês explica que seu Lotus está bom, mas problema de comunicação com a equipe o deixou preso no Q1

Raikkonen vai largar em 18º em sua reestreia

Kimi Raikkonen é o primeiro a admitir que ele não teve o retorno sonhado à F-1, após dois anos longe da categoria. O finlandês apontou problemas de comunicação para justificar a 18ª colocação na classificação para o GP da Austrália.

“Hoje não saiu como planejado. Não há nenhum problema com o carro: eu cometi um erro e houve uma questão de comunicação, então o momento escolhido para fazer outra volta não foi o ideal. Isso nos custou uma boa posição de largada, mas acontece às vezes.”

Além de não ter tido a classificação que esperava, Raikkonen ainda teve de ver o companheiro Romain Grosjean ser o terceiro no grid. A decepção ao menos dá a certeza de uma corrida mais forte para o piloto da Lotus.

“Deveríamos ter entrado facilmente no Q2. Não foi o melhor início, mas vamos tentar acertar na corrida. O carro tem muita velocidade, a direção estava boa. Não está perfeito para exatamente o que quero, mas não afeta minha pilotagem. Claro que poderemos fazer melhor que 18º amanhã, então vamos ver o que acontece.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias