"Recuperamos as boas sensações com o carro", revela Alonso

Espanhol é cauteloso em relação a melhorias da Ferrari, mas diz que se sente mais otimista do que em julho

Mais longe no campeonato em termos de pontos, porém mais otimista. É assim que Fernando Alonso define sua situação a oito etapas do final da temporada da Fórmula 1. O espanhol tem 46 pontos de desvantagem para Sebastian Vettel, entretanto gostou das alterações que a Ferrari fez no F138 na última etapa, na Bélgica.

“Estou feliz com a sensação que tivemos no carro na Bélgica, com as peças que funcionaram bem. Precisamos ter cuidado com as coisas porque é um circuito específico e não fomos primeiro e segundo em nenhuma sessão ou na corrida. Ainda temos trabalho adiante.”

Isso porque, mesmo melhorando, o time ainda ficou devendo na classificação e na corrida para a Red Bull de Vettel.

“Foi bom em termos de recuperar mais ou menos as boas sensações que perdemos em julho em relação ao carro. Fomos um pouco mais competitivos – ou nos sentimos um pouco mais competitivos. Não o bastante para lutar pela pole, mas pelas quatro ou cinco primeiras posições do grid”, acredita o espanhol, que largou em nono na ocasião em uma classificação marcada pela chuva.

“Na corrida, quando você é o segundo mais rápido, merece terminar em segundo. Eles foram melhores do que nós e estão de parabéns. Mas, em termos de campeonato, vim de dois quintos lugares e de uma sensação ruim com o carro em Hockenheim e na Hungria, e acho que recuperamos o otimismo que havíamos perdido.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias