Red Bull diz que problemas da Renault são "inaceitáveis"

Chefe da equipe, Christian Horner, demonstrou frustração após pior resultado do time desde setembro de 2012

Após sofrer com problemas em sua unidade de potência em um final de semana importante para a equipe, a Red Bull perdeu a paciência com seus fornecedores, a Renault. O time saiu com apenas quatro pontos da corrida disputada no circuito de sua propriedade, na Áustria, após o oitavo lugar de Daniel Ricciardo. Sebastian Vettel abandonou com problemas eletrônicos no carro.

[publicidade]“A confiabilidade é inaceitável”, bradou o chefe da equipe, Christian Horner. “Precisa haver mudanças na Renault. Não pode continuar assim. Não é bom para a Renault e não é bom para a Red Bull.”

Mesmo descontente, o dirigente salientou que a equipe não pretende mudar de fornecedor.

“Precisamos agir como parceiros. Não teremos outra marca de motor na traseira de nosso carro ano que vem, mas queremos ser competitivos e queremos correr na ponta”, disse Horner.

O diretor administrativo da Renault Sport, Rob White, disse entender a ânsia dos tetracampeões em melhorar o carro, mas está certo de que houve progressos.

“A ansiedade que Christian sente e a frustração que ele sente após um resultado que não mostra a performance total do carro e da unidade de potência é completamente compreensível e dividida conosco”, disse à Austosport. “Sabemos o que é esperado de nós e individualmente e coletivamente temos de ir na direção certa.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias