Red Bull enfrenta um dos piores circuitos para o RB7

Com as longas retas de Monza, Webber e Vettel estão preocupados com a instabilidade do carro nas curvas devido às asa baixas

Ano passado, o time conseguiu um quarto e um sexto lugares em Monza

Tanto Sebastian Vettel quanto Mark Webber estão preocupados com a instabilidade do carro nas curvas de Monza. Isso porque, como Christian Horner afirmou após o GP da Bélgica, a Red Bull precisa andar com menos asa nas retas para acompanhar seus rivais, em dois circuitos que não são particularmente benéficos para o RB7. Assim, os carros perdem eficiência nas curvas.

No entanto, Webber lembrou que a dobradinha da Bélgica acabou sendo melhor do que a equipe esperava.

“Monza é uma das melhores corridas do ano porque o clima é sensacional com os tifosi torcendo pela Ferrari. Você precisa de um carro que é muito rápido nas retas e ainda conseguir ter pressão aerodinâmica para as curvas. Ficamos surpresos com como as coisas deram certo em Spa. Esperamos que o mesmo aconteça em Monza.”

Já Vettel volta ao palco de sua primeira pole e vitória, em uma Monza encharcada em 2008. O alemão também destaca a dificuldade em estabilizar um carro com a menor configuração de asa traseira usada no ano.

“Tenho lembranças incríveis de Monza, pois foi onde consegui minha primeira vitória, com a Toro Rosso, em 2009. A pista fisicamente não demanda muito mas, ainda assim, não é fácil. Como temos de usar menos asa devido às longas retas, o carro fica menos estável nas curvas. Acelerar na saída da Parabólica exige equilíbrio e o menor erro pode levá-lo para a brita.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Itália
Pilotos Mark Webber , Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias