Regra da asa móvel deve ser testada em Melbourne

Diretor de provas da FIA afirma que fará uma reunião com as equipes na quinta-feira pré-GP para definir os detalhes do procedimento

 

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) seguirá adiante com a regra referente à asa traseira móvel e deve realizar testes do procedimento nos treinos livres para o GP da Austrália, na sexta-feira (18), em Melbourne.
 
De acordo com o diretor das corridas da F1, Charlie Whiting, em documento recebido pelo TotalRaceuma reunião acontecerá com as equipes para ver se uma parte dos treinos será reservada para avaliar as novas regras: se um carro estiver menos de um segundo à frente na curva selecionada para a medição da diferença entre os competidores, quem estiver atrás poderá acionar a asa móvel em um espaço determinado de 600 metros na reta seguinte para efetuar a ultrapassagem.
 
A FIA tem como objetivo decidir o tamanho da zona de ultrapassagem em Melbourne, assim como o ponto de referência para a medição da diferença entre os pilotos, mas isso será feito em conjunto com as equipes na quinta-feira que antecede o início das atividades. "Isso ainda será discutido, mas nada foi decidido. Vamos debater a possibilidade de usar parte de um treino em Melbourne um dia antes da primeira sessão", disse Whiting.
 
Para o dirigente, a regra será boa para os fãs, uma vez que a transmissão deixará claro quando o piloto pode usar a asa. "Não há motivos para supor que os espectadores ficarão confusos. A operação da asa é simples, existirão marcas na pista para mostrar a área e uma linha na pista que indicará o local autorizado para o uso da asa. Além disso, a geradora de imagens emitirá um sinal cada vez que o sistema for acionado", completou.
 
(Colaboraram Luis Fernando Ramos e Felipe Motta)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias