Rei das poles, Vettel exalta e não se esquece de Senna

Com dez poles neste ano, alemão diz que não tem como objetivo bater recorde de 14 em uma temporada, de Mansell, que dura 19 anos

Sebastian Vettel: dez corridas na posição de honra em 2011

Com dez poles em 13 corridas disputadas, Sebastian Vettel está bem próximo do recorde máximo de posições de honra em uma temporada.

O alemão, atual campeão e bem próximo do bi, precisa de apenas quatro para se igualar à marca de 14 largadas da frente do grid, conquistada por Nigel Mansell na temporada de 1992. Contudo, o piloto da Red Bull é modesto em seus comentários.
 
"Não sei. Ainda temos algumas corridas até o fim. Até o momento, tivemos sábados e domingos fantásticos, para ser justo. Não é sempre tranquilo como você espera, mas tenho de dizer que neste ano conseguimos juntar tudo e, na maioria das vezes, deu tudo certo. Esse não é realmente o objetivo [bater o recorde de poles]", afirma.
 
Superando ou não o recorde, o piloto de 24 anos afirma que ninguém vai se comparar a quem ele considera o mestre das poles: o brasileiro Ayrton Senna, falecido em 1994. O brasileiro obteve 65 poles no período em que competiu na F-1; Vettel já está com 25.
 
"Se você me procurar e dizer que tenho um grande número de poles, acharei bom ouvir, mas acho que quem foi mais impressionante em pole position no sábado, e sempre será, é Ayrton Senna. As poles que ele conseguia em um ano e, depois, por três ou quatro seguidos, são grandes marcos."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias