Relação entre Alonso e McLaren será diferente, acredita Hamilton

Companheiro do espanhol na turbulenta temporada de 2007, inglês vê amadurecimento do rival

Com a expectativa do anúncio iminente do retorno de Fernando Alonso à McLaren, o ex-companheiro de equipe do espanhol, Lewis Hamilton, acredita que a reedição da parceria tem tudo para ser diferente da tumultuada primeira passagem do piloto pelo time inglês.

[publicidade] Em 2007, Alonso teve sérios problemas com o então chefe da equipe, Ron Dennis, hoje CEO da McLaren e mais afastado do cotidiano do time, envolvendo-se no escândalo da espionagem ao entregar para a Federação Internacional de Automobilismo e-mails que comprometiam a McLaren. Ao final da temporada, Alonso rescindiu seu contrato, que era de três anos.

Hamilton, que foi companheiro de Alonso naquele ano e até hoje é o único piloto a ter superado o espanhol ao final de um campeonato, acredita que os problemas do passado não se repetirão.

“É uma decisão interessante da equipe, mas desejo a ele tudo de bom. Será uma nova experiência para eles”, acredita o bicampeão.

“Fernando cresceu muito ao longo dos anos, tanto como piloto, quanto em termos de maturidade. E, tendo a experiência anterior com o Ron [Dennis], ele definitivamente lidará com isso de uma maneira muito melhor e não ficará em uma situação complicada como aconteceu da última vez.”

A McLaren divulgou que o anúncio de sua dupla de pilotos aconteceria após 1º de dezembro. Novidades sobre a equipe são esperadas para esta semana.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias