Renault bota carro no "top 10" e fica de olho no Q3

Heidfeld é décimo, enquanto Petrov fica logo atrás, após bater na segunda sessão de treinos e danificar a asa dianteira

Nick Heidfeld

A Renault conseguiu colocar um carro entre os dez primeiros e outro bem próximo da que seria a zona de pontuação nos treinos desta quinta-feira em Mônaco. Nick Heidfeld foi o décimo e ficou uma posição à frente do parceiro Vitaly Petrov, que bateu na segunda sessão e danificou a asa. Os dois se mostraram satisfeitos com o carro e os pneus, assim como os outros pilotos.

"Foi interessante usar pneus diferentes e definitivamente seremos capazes de aprender mais sobre nossa performance usando eles. Hoje foi nessa linha. Nos pneus supermacios, o equilíbrio não foi tão bom quanto eu esperaca, mas vamos analisar e melhorar para o sábado", comenta Heidfeld.
 
"Conseguimos tudo o que queríamos do cronograma. Procurei treinar com ambos os tipos de pneus, para nós vermos como eles se comportavam. Tive um incidente no fim da segunda sessão, mas fiquei contente no geral com o dia de hoje", relata Petrov.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Pilotos Nick Heidfeld , Vitaly Petrov
Tipo de artigo Últimas notícias