Renault confirma Bruno Senna como titular até o final do ano

Equipe anuncia fim do contrato com Nick Heidfeld, dando a oportunidade do brasileiro fazer as últimas sete corridas da temporada

Bruno Senna foi 13º em sua primeira corrida na Renault

A Renault confirmou Bruno Senna como piloto titular até o final desta temporada. O brasileiro inicialmente participaria dos GPs da Bélgica e da Itália, mas o rompimento, também anunciado hoje, entre a equipe e Nick Heidfeld garantiu Bruno até o GP do Brasil, em novembro.

O piloto brasileiro comemorou a decisão. "A pressão por resultados vem em grande parte de mim mesmo, mas o anúncio alivia a sensação de insegurança, de ficar sem saber o que vai acontecer no dia seguinte", afirmou.


Bruno contou que foi o próprio chefe da equipe, Eric Boullier, quem ligou contanto a notícia. “É a primeira vez que me vejo nesta situação, de saber que na próxima corrida vou até poder colocar uma roda na grama, de poder correr mais riscos."

Boullier, por sua vez, se disse feliz por ter chegado a um acordo com Heidfeld.

“Estamos felizes em ter chegado a uma solução razoável. Nosso processo de separação foi duro e nenhuma das partes queria chegar ao tribunal. Estamos agradecidos pela grande contribuição de Nick para o time. Ele é muito forte e determinado e lhe desejamos sucesso no futuro.”

Nick Heidfeld, que chegou a acionar a justiça quando foi substituído por Bruno na Bélgica, afirmou que poderia contribuir com o time nesta segunda metade de temporada e está desapontado em deixar a equipe no meio do ano.

“Tenho de ver as coisas como elas são e quero focar no futuro. Tomamos a decisão certa ao terminar nossa colaboração hoje. Gostaria de desejar a todos os amigos que fiz em Enstone sucesso no restante da temporada. Uma coisa é certa: vou voltar a correr em grande nível logo.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Nick Heidfeld , Bruno Senna
Tipo de artigo Últimas notícias