Renault diz que não irá apressar upgrades em seus motores

A fornecedora insiste que não irá apressar os upgrades planejados nesta temporada, até que seja garantido que a melhoria tratá um melhor desempenho em performance

A Renault ainda tem todos os 12 tokens de desenvolvimento com os quais começou o ano, já que gastou toda a metade da temporada focada em resolver problemas de confiabilidade. Os upgrades foram originalmente pensados para o próximo final de semana, no GP da Rússia, mas com a fabricante ainda validando as alterações, o processo foi adiado.

Há uma chance que os tokens possam ser lançados no GP dos EUA, mas é a fabricante quer se certificar que a melhoria vai elevar a performance sem comprometer a confiabilidade antes de ser implantada.

Quando o upgrade receber a luz vermelha, Red Bull e Toro Rosso vão decidir como encaixar os novos motores em seu planejamento de propulsores para a temporada. Introduzir o dispositivo fora desta agenda pode resultar em punições no grid de largada, então os times precisam avaliar os potenciais ganhos em face da potencial perda.

Daniel Ricciardo disse, durante o GP do Japão, que não estava com grandes esperanças sobre o novo upgrade:

"Nós iremos aproveitar o que pudermos ter. Mas, para ser honesto, não vai ser um 40bhp upgrade. Eu acho que vai ser melhor do que o que temos agora, mas eu não surtaria por isso. Não serei meio segundo mais rápido por isso, pelo o que ouvi", disse o piloto da Red Bull.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Red Bull Racing , Toro Rosso
Tipo de artigo Últimas notícias