Renault espera se recuperar nas curvas altas de Silverstone

Petrov vê dificuldades no acerto, enquanto Heidfeld não acredita que equipe seja das mais prejudicadas com novas regras

A Renault fez 15 pontos nas últimas 3 corridas

A Renault quer deixar para trás as últimas três corridas, quando marcou apenas 15 pontos no total, e voltar a lutar por posições mais altas nos pontos em Silverstone, circuito em que Nick Heidfeld espera que o carro se adapte melhor.

“Antes de tudo, temos de ver como a escolha da Pirelli vai afetar a corrida – será um aspecto interessante. Ainda não pilotei nesta pista [após as modificações de 2010], então será legal para mim. Acho que Silverstone será muito melhor para nosso carro porque fomos bem em outros circuitos com curvas de alta.”

De acordo com o alemão, a equipe sabe o que deu errado nas últimas provas – e não deve ser uma das mais prejudicadas com as regras que entram em vigor no GP da Grã-Bretanha.

 “Entendemos os problemas que encontramos em Valência, mas é impossível fazer magia e mudar tudo da noite para o dia. Todos estão trabalhando duro na fábrica, mas a questão é o que vai acontecer com a mudança no regulamento a partir de Silverstone. Vamos esperar para ver se altera a relação de forças e as diferenças entre os times. Muitos dizem que seremos um dos mais afetados, mas eu duvido.”

Vitaly Petrov, que venceu de GP2 em 2006 no circuito, destaca a dificuldade em se acertar o carro para Silverstone.

“Vamos tomar como base o acerto para o GP do ano passado. Claro que temos de levar em conta os pneus. O primeiro setor é de alta velocidade e requer um tipo de acerto, mas o carro precisaria praticamente de outro setup diferente para o segundo e terceiro setores, com as curvas de baixa, onde necessitamos de mais tração.” 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pista Silverstone
Pilotos Nick Heidfeld , Vitaly Petrov
Tipo de artigo Últimas notícias