Renault supera a marca das 100 voltas na sexta-feira espanhola

Mesmo com problema no Kers, equipe aposta nos dados coletados nos treinos livres para surpreender na corrida

Heidfeld diz que houve progressos, mas que ainda falta muito

A Renault teve mais um dia consistente nos treinos livres, com Nick Heidfeld em décimo, duas posições à frente de Vitaly Petrov. O alemão afirmou que a equipe tirou algumas informações interessantes de acertos diferentes que tentou nesta sexta-feira de GP da Espanha.

“O mais interessante de hoje foram os pneus super duros da Pirelli. Eles são significantemente mais lentos em uma volta e nos long runs, o que é a principal diferença em relação ao que tínhamos antes. Acredito que fizemos progressos no acerto, mas precisamos analisar os dados para melhorar para a classificação.”

Petrov destacou o grande número de voltas que ambos os carros puderam completar 117 giros no Circuito da Catalunha.

“O lado bom foi que pudemos testar ambos os tipos de pneus por várias voltas e conseguir muitos dados úteis. Por outro lado, perdi muito tempo por não conseguir extrair o máximo do Kers, então foi um pouco frustrante. Isso significa que havia menos potência no carro, assim como a frenagem teve que ser compensada pelo equilíbrio de freios, já que o Kers também afeta essa área. Estou otimista para ver o que acontece amanhã.”
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias