Revoltado com punições, Hamilton se diz perseguido como Senna

Piloto inglês se envolveu com colisões com Felipe Massa e Pastor Maldonado e terminou em sexto lugar

Hamilton se comparou a Ayrton Senna ao ser penalizado em Mônaco

Lewis Hamilton teve uma das tardes mais movimentadas de sua carreira. E, ouvido pelo TotalRace ao final da prova, saiu do carro disparando para todos os lados. O inglês, que já havia sido penalizado por cortar uma chicane em sua volta rápida no treino de classificação, colidiu com Felipe Massa, Vitaly Petrov e Pastor Maldonado em disputas de posição. Recebeu outra punição no acidente com o brasileiro e chegou na sexta colocação.

“Estou puto, me desculpe pela linguagem. Parece muito com o que Ayrton viveu algumas vezes. Venho sido penalizado desde 2007”, afirmou o piloto da McLaren, referindo-se ao ano de sua estreia na categoria.

“Estou muito desapontado por muitas coisas. Acho que foi uma performance muito ruim de nosso time neste final de semana, pelo menos do meu lado. São muitas penalizações para mim e não tantas para os outros”, prosseguiu.

Hamilton não acredita que deveria ser penalizado pela colisão com Massa, quando ambos dividiram a Loews.

“Com o Felipe, ele virou muito cedo. Assim que ele me viu, ele virou e nos tocamos. Era claro que isso ia acontecer. Mas sou eu quem fui punido. Não concordo absolutamente, mesmo que não tenha feito muita diferença.”

Outras duas manobras do inglês foram feitas na Saint Devote. Com Michael Schumacher, o piloto da McLaren conseguiu a ultrapassagem. Já com Pastor Maldonado, se envolveu em outro acidente, pelo qual também foi punido ao final da prova com mais 20s, o que não mudou sua posição.

“Mesmo na manobra com Michael foi muito agressivo, acho que chegamos a nos tocar. Ele fez a curva e depois acabou cedendo. Mas o Maldonado virou muito cedo e bateu em mim. Não havia nada que pudesse fazer. Já estava com metade do carro na frente quando ele virou mas claro que vou ser penalizado por isso também porque eles amam me penalizar.”

Falando para a BBC, o inglês chegou a indicar que sofria racismo.

 "Das seis corridas até agora, por cinco vezes fui aos comissários. É uma piada. Talvez seja porque sou negro. Eu não sei".

(colaborou Felipe Motta, de Mônaco)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias