Ricciardo revela que escapou de multa por ser piloto em Mônaco

Australiano havia esquecido documento obrigatório no Principado, mas convenceu policial a deixá-lo ir

Ser um piloto de Fórmula 1 tem suas utilidades também fora do mundo das corridas. Que o diga Daniel Ricciardo, que escapou de uma multa em Mônaco quando revelou sua profissão.

[publicidade] “Usei o fato de ser um piloto de Fórmula 1, não faz muito tempo. Não é algo que planejei usar, pois não gosto de fazer propaganda minha fora das pistas”, contou à ESPN. “A polícia me parou em Mônaco – era só uma coisa de rotina, eu não tinha feito nada – mas eu tinha esquecido de colocar o adesivo que mostra que minha licença está em dia.”

“Primeiro eu disse que morava em Mônaco e tinha esquecido. Mas ele não acreditou, deve ouvir isso sempre. O policial me perguntou o que eu fazia. Fiquei um pouco envergonhado, mas coloquei o braço para fora do carro, sorri e disse: sou piloto de Fórmula 1. Ele me perguntou qual a equipe e respondi que era a Red Bull.”

O policial, então, se afastou, provavelmente para checar se a história era verdadeira, pois Ricciardo já havia dado seu nome (“na verdade, tive de soletrar”, se diverte o australiano). A autoridade monegasca voltou, sorriu e disse: “Ok, você pode ir. Tenha um bom dia.”
E lá se foi Ricciardo, feliz pois seus “sonhos tinham se tornado realidade”: ele tinha escapado de uma multa por ser piloto de Fórmula 1.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias