Ritmo de Fernando Alonso atrapalhou a Red Bull, aponta Marko

Para consultor da equipe, foi tempo perdido atrás do espanhol que permitiu a Lewis Hamilton pressionar Sebastian Vettel no final

Fernando Alonso liderou as voltas iniciais do GP da Espanha

O consultor da Red Bull, Helmut Marko, prefere não acreditar inteiramente na força demonstrada pela McLaren no GP da Espanha. Para ele, o “evento Alonso” teve uma influência fundamental no desenrolar da corrida e embaralhou as cartas entre as equipes. O TotalRace ouviu o austríaco.

“A largada foi fundamental. A velocidade que a gente poderia imprimir era claramente maior que a da Ferrari, mas não havia como passar o Alonso, que fez uma ótima largada. Isso nos custou de meio a um segundo por volta no estágio inicial da prova, o que permitiu a Hamilton andar próximo de nós”, avaliou.

Para Marko, a diferença mínima no final da prova foi um problema específico para esta pista. E ele demonstrou um certo ceticismo à possibilidade da McLaren ameaçar a Red Bull também no próximo domingo em Mônaco.

“Nós éramos mais rápidos nos setores velozes e Hamilton nos superava no último trecho, mais travado. Acho que isso acontecia por um handicap pessoal de Vettel aqui. E também a McLaren trouxe uma especificação B, praticamente um carro novo. Mas é difícil imaginar que eles deem outro passo grande até Monte Carlo”, disse o austríaco.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Pilotos Fernando Alonso , Lewis Hamilton , Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias