Ron Dennis admite que errou ao desmentir concussão sofrida por Alonso

Britânico disse aos jornalistas após o acidente do piloto espanhol que ele não havia tido lesão cerebral

O CEO da McLaren Honda, Ron Dennis, admitiu nesta quinta-feira em Melbourne que errou ao dizer que Fernando Alonso não havia tido nenhuma lesão cerebral. O piloto, segundo boletim médico divugado após sua internação, teve uma concussão cerebral na batida que chegou aos 30G de força no impacto.

[publicidade]"Não foi o melhor desempenho da minha parte", falou Dennis ao The Telegraph.

"Sei que a imprensa quis me bater por eu ter sido impreciso. Eu queria ser abertamente honesto. Eu falhei. Mas é o meu objetivo tentar ser o mais honesto possível no futuro. Há uma série de complexidades acerca da concussão. É difícil de quantificar já que isso vai além da minha área de especialização."

Dennis voltou a dizer que espera que Alonso retorne ao volante do MP4-30 na segunda etapa desta temporada, a ser disputada no circuito de Sepang, na Malásia.

"A decisão não é minha. Mas pelo que eu sei, Fernando estará na Malásia. Tenho todas as razões para acreditar que ele vai estar lá", disse ele.

"Eu falei com ele vindo para cá [Austrália]. Ele quer correr na Malásia. Espero que ele consiga, mas a decisão é dele, não minha."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias