Rosberg comemora 5º lugar. Schumacher bate e é punido

Heptacampeão provocou acidente com Vergne e perderá 10 posições no grid para o GP do Japão. Rosberg ressalta evolução

Rosberg acelerando em Cingapura

Quando chegou em Cingapura, Rosberg disse que esperava chegar entre os cinco primeiros, já que o carro tinha boas atualizações para a corrida. Durante o final de semana, o carro não pareceu tão rápido assim, mas a expectativa foi cumprida - com a ajuda da quebra de Hamilton - e Nico somou mais 10 pontos no campeonato, após terminar o GP em quinto lugar. 

“Foi um bom resultado, porque o fim de semana estava um pouco difícil”, comentou o piloto da Mercedes, que largou da décima posição. “Tive uma boa largada e depois tudo funcionou bem na corrida e o Safety Car ainda entrou em um bom momento para nós. Então, foi bom”, afirmou.

Ao contrário de Kimi Raikkonen, que chegou em sexto e achou a corrida chata, Rosberg, uma posição à frente, se divertiu em Marina Bay. “Para mim não foi chata. Fiz ultrapassagens, tive de me defender do próprio Kimi, cuidar dos pneus, então não foi nada chata”, disse Nico.

Segundo o piloto alemão, agora é trabalhar com as informações coletadas em Cingapura para melhorar o carro ainda mais. “Não que tudo tenha saído como o planejado aqui, mas tivemos um progresso e aprendemos bastante. Acredito que estamos na direção certa e agora é trabalhar bastante para melhorar o máximo possível nos próximos dias”, concluiu.

Com o quinto lugar, Rosberg permanece na sétima posição no campeonato, agora com 93 pontos.

O outro piloto da Mercedes, Michael Schumacher, não teve uma boa corrida. O Heptacampeão do mundo acertou o carro do francês Jean-Eric Vergne, após não conseguir frear na relargada da primeira bandeira amarela. Schumacher foi punido pela FIA e perderá 10 posições no grid no GP do Japão.  

“Foi obviamente um final muito infeliz para minha corrida. Vergne aceitou prontamente o meu pedido de desculpas, mas não sei exatamente o que ocorreu. Eu apertei o freio, mas a desaceleração não ocorreu como eu esperava e não pude evitar o carro dele. Temos que ver o que aconteceu. Se não fosse isso, daria para ter chegado nos pontos”, imagina o alemão, que caiu para 12ª posição no campeonato, com 43 pontos. 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Pilotos Michael Schumacher , Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias