Rosberg: É muito cedo para dizer que lutaremos pelo campeonato de 2013

Alemão da Mercedes AMG evita oba-oba com a chegada de Lewis Hamilton no time para a próxima temporada da Fórmula 1

Mesmo com seis etapas para o final deste campeonato, os primeiros movimentos da "dança das cadeiras" viram o foco para 2013. Indagado em entrevista em que o TotalRace esteve presente em Suzuka nesta quinta-feira, o piloto da Mercedes, Nico Rosberg, que terá a seu lado ano que vem o campeão mundial de 2008 Lewis Hamilton, disse que ainda é muito cedo para dizer que o time alemão lutará pela ponta. "É muito cedo para dizer que seremos concorrentes ao título. Temos que ir e ver. O desenvolvimento do carro na pré-temporada será crucial", comentou.

Defendendo a equipe desde seu início, em 2010, e cumprindo longo contrato - renovou o compromisso ano passado até o fim de 2013 - Nico fez uma avaliação positiva da Mercedes até aqui. "Há muitas coisas positivas. Minhas respostas são assim. Eu estendi meu contrato com o time por que confio nele. Estamos tendo alguns problemas de acerto com os novos pacotes aerodinâmicos, mas tudo caminhou dentro do previsto no início do ano, quando ganhei na China e cheguei em segundo em Mônaco. Agora voltamos a ter um período mais complicado, mas vamos aprender com isso e fazer com que isso nos ajude para a próxima temporada", finalizou o alemão filho do ex-campeão do mundo Keke Rosberg que nesta temporada corre ao lado de Michael Schumacher.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Pilotos Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias