Rosberg fica pelo caminho e Hamilton vence GP de Cingapura

Com o resultado, inglês retoma a liderança do campeonato; Felipe Massa é o quinto colocado em Marina Bay

Um problema no carro de Nico Rosberg deu a brecha e Lewis Hamilton aproveitou: ao vencer o GP de Cingapura, o inglês retomou a liderança do campeonato. Logo atrás, Sebastian Vettel segurou Daniel Ricciardo e Fernando Alonso mesmo com pneus desgastados. Felipe Massa foi o quinto colocado.
Antes mesmo de alinhar no grid, Nico Rosberg demonstrava ter problemas, passando mais tempo do que o normal nos boxes. Na volta de apresentação, o Mercedes ficou parado e o alemão teve de largar do pitlane.

[publicidade] Quando as luzes se apagaram, Fernando Alonso, que saíra em quinto, fez uma grande largada, aproveitou a briga das Red Bull e pulou para segundo. Porém, como passou reto na primeira curva, o espanhol devolveu uma posição ao piloto que vinha logo atrás, Vettel. Na frente, Hamilton pulou tranquilo na ponta.

Mais atrás, a briga era grande entre as McLaren e as Williams. Magnussen e Button chegaram a passar Massa, mas começaram a disputar entre si e perderam novamente a posição para o brasileiro, que fechou a primeira volta em sexto, atrás de Hamilton, Vettel, Alonso, Ricciardo e Raikkonen. Button vinha logo atrás, seguido por Bottas, Magnussen e Kvyat.

No fundo do pelotão, Rosberg tinha dificuldade para superar as Marussia devido a problemas no câmbio.
Na 11ª volta, Massa foi o primeiro dos ponteiros a parar, colocando mais um jogo de pneus supermacios. Dois giros depois, foi a vez de Vettel, Ricciardo e Alonso, enquanto Hamilton só parou na 14ª volta, retornando à pista na liderança. A antecipação da troca ajudou Massa, que superou Raikkonen e subiu para quinto.

Quando Rosberg tentou fazer sua parada, os problemas de câmbio se agravaram e o piloto não conseguiu sair dos boxes, abandonando na 15ª volta.

Por volta do 20º giro, Alonso começou a forçar o ritmo e se aproximar de Vettel. Na 22ª volta, Massa novamente inaugurou as paradas de box, agora colocando os pneus macios. O espanhol voltou andando rápido e acabou superando Vettel quando o alemão fez sua segunda parada, enquanto Massa manteve a posição com Raikkonen.

Com metade da prova disputada, Hamilton liderava com 5s de vantagem para Alonso. Vettel vinha mais 5s atrás, seguido por Ricciardo, Button (que ainda não havia parado pela segunda vez), Massa, Raikkonen, Bottas, Vergne e Magnussen.

Após um toque com Sutil, a asa dianteira de Perez ficou danificada e acabou estourando, jogando muitos detritos na pista e provocando um Safety Car. A Ferrari decidiu trazer Alonso e Raikkonen para os boxes e Button também aproveitou para parar.

A prova recomeçou na volta 38 com Hamilton em primeiro, seguido por Vettel, Ricciardo, Alonso, Massa, Bottas, Button, Raikkonen, Vergne e Magnussen. O líder relargou com um ritmo alucinante, pois estava com os supermacios e pararia novamente, enquanto os demais tentavam levar o carro até o final.

Hamilton fez sua parada na volta 53 e apenas perdeu posição para Vettel. O inglês não perdeu tempo e passou o alemão logo na volta seguinte. Enquanto isso, as Williams, que tinham os pneus mais velhos de todo o pelotão, andavam três segundos mais lentas e Bottas segurava uma fila de carros.

Na briga pelo pódio, Ricciardo e Alonso chegaram em Vettel. Os três eram divididos por apenas 1s1. O alemão conseguiu segurar, enquanto Hamilton venceu pela segunda vez seguida e ultrapassou Nico Rosberg em três pontos.

Classificação do GP de Cingapura
1.       Lewis HamiltonGrã-Bretanha Mercedes-Mercedes 60 volta 2hr 00m 04.795s 
2. Sebastian Vettel Alemanha Red Bull-Renault +00m 13.5s 
3. Daniel Ricciardo Austrália Red Bull-Renault +00m 14.2s 
4. Fernando Alonso Espanha Ferrari-Ferrari +00m 15.3s 
5. Felipe Massa Brasil Williams-Mercedes +00m 42.1s 
6. Jean-Eric Vergne França Toro Rosso-Renault +00m 56.8s* 
7. Sergio Perez México Force India-Mercedes +00m 59.0s 
8. Kimi Raikkonen Finlândia Ferrari-Ferrari +01m 00.6s 
9. Nico Hulkenberg Alemanha Force India-Mercedes +01m 01.6s 
10. Kevin Magnussen Dinamarca McLaren-Mercedes +01m 02.2 

11. Valtteri Bottas Finlândia Williams-Mercedes +01m 05.0s 
12. Pastor MaldonadoVenezuela Lotus-Renault +01m 06.9s 
13. Romain Grosjean França Lotus-Renault +01m 08.0s 
14. Daniil KvyatRússia Toro Rosso-Renault +01m 12.0s 
15, Marcus Ericsson Suécia Caterham-Renault +01m 34.1s 
16. Jules Bianchi França Marussia-Ferrari +01m 34.5s 
17. Max Chilton Grã-Bretanha Marussia-Ferrari +1 volta

Abandonaram
Jenson ButtonGrã-Bretanha McLaren-Mercedes 52 voltas completadas
Adrian SutilAlemanha Sauber-Ferrari 40 voltas completadas
Esteban GutierrezMéxico Sauber-Ferrari 17 voltas completadas
Nico RosbergAlemanha Mercedes-Mercedes 13 voltas completadas
Kamui KobayashiJapão Caterham-Renault 0 voltas completadas

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias