Rosberg sofre com problemas de confiabilidade em seu Mercedes

Piloto alemão começou o ano bem, com um quarto lugar, mas perdeu tempo na segunda sessão de treinos livres

Nico lamentou o tempo perdido na segunda sessão de treinos livres

O alemão Nico Rosberg começou 2011 da mesma forma que passou grande parte do ano passado: andando à frente do companheiro Michael Schumacher. Mas sua segunda sessão de treinos livres foi atrapalhada por problemas de confiabilidade no Mercedes.

“Foi um dia razoável para nós. Tive uma manhã positiva e fiz um bom long run nesta tarde, o que foi muito útil para entender o comportamento dos pneus. No entanto, a segunda sessão de livres foi um pouco difícil, porque algumas coisas não estavam funcionando perfeitamente no carro”, revelou, por meio da assessoria de imprensa da equipe.

Após ser o quarto colocado na primeira sessão de treinos, com o tempo de 1min28s125, o alemão foi apenas o 10º no período da tarde australiana, com 1min27s448.

O chefe da equipe, Ross Brawn, admitiu que os problemas atrapalharam a sexta-feira do time, mas garantiu que não são uma grande preocupação.
“Hoje foi um dia razoável para nós. Completamos muito do que havia sido programado para as duas as sessões, ainda que alguns pequenos problemas em ambos os carros afetaram um pouco o rendimento nesta tarde.”

O comandante da Mercedes, contudo, gostou da quantidade de dados coletados. “Foi a primeira oportunidade de testar os novos pneus, Kers e o sistema da asa traseira em uma situação de final de semana de corrida e foi extremamente útil para os pilotos e a equipe. Há muito o que avaliar e completar amanhã antes da classificação, mas estou feliz com nosso início de GP.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pilotos Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias