Rubens Barrichello, 15º, lamenta perda de tempo na largada

Brasileiro até se surpreendeu com o ritmo do carro, mas a troca de bico logo na primeira volta acabou com suas chances

Barrichello ficou em 15º na Índia

Rubens Barrichello se disse de mãos atadas após a colisão na largada que o obrigou a se arrastar aos boxes e trocar a asa dianteira. O brasileiro terminou o GP da Índia em 15º, atrás de Heikki Kovalainen, da Lotus.

“Na largada, estava uma poeira danada e, quando chegou a freada, o pneu estava todo travado e não tive como parar. Acabei perdendo meu bico, tive de dar a volta inteira, parar e checar se a suspensão estava boa.”

O piloto da Williams se surpreendeu com o ritmo do carro, mas estava muito atrás para tentar uma recuperação.

“Tentamos fazer uma parada só para recuperar. Os pneus aguentaram até que bem a corrida inteira. O ritmo do carro era surpreendentemente bom, mas a gente ficou muito atrás na primeira volta e não tinha o que fazer. A Williams está pior que as outras, não tenha dúvida.”

Outra dificuldade foi com as ultrapassagens, que ocorreram em menor número em relação ao esperado.

“Tinha muita sujeira do lado de fora, sem a possibilidade de fazer outro traçado. E a saída de curvas antes das retas é muito de baixa velocidade. Se você não tiver um carro com mais de dois segundos [de vantagem no ritmo] é difícil passar, como havíamos previsto.”


Pastor Maldonado passou ileso pela largada e vinha andando no meio do pelotão quando abandonou, ainda na primeira metade da prova.

“Tivemos um problema com o câmbio hoje, mas não sabemos exatamente a causa então precisamos dar uma olhada. Meu ritmo parecia bom e os pneus estavam funcionando bem. Foi apenas azar.”
 

(colaboraram Luis Fernando Ramos e Felipe Motta, da Índia)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Índia
Pilotos Rubens Barrichello
Tipo de artigo Últimas notícias