Saindo de 16º, Barrichello faz escolhas certas e chega em nono

Piloto brasileiro ficou feliz com a estratégia, mas lamentou posições perdidas após ficar "igual na 23 de maio às 18h"

Barrichello ganhou sete posições na corrida

Com o nono lugar no GP do Canadá depois de largar em 16º, Rubens Barrichello completou a sua segunda corrida seguida nos pontos. Mas o brasileiro afirmou ao TotalRace que acredita que o resultado poderia ter sido melhor.

“O lado bom é que, largando lá de trás, a gente fez toda as estratégias certas. As escolhas de pneus, por exemplo, foram ótimas para mim. Uma pena foi a entrada do Safety Car, porque naquele momento eu estava andando tão rápido que poderia chegar em sétimo ou até mais para frente. Mas quando a corrida recomeçou, com os retardatários, acabei caindo lá para trás.”

>> >> >> >> >> >> >>
O piloto da Williams, assim como Felipe Massa, perdeu posições ao ser obrigado a pegar o traçado molhado com pneus de seco.

“O Kobayashi tentou passar o retardatário e saiu da pista. Quando ele voltou, estava ao meu lado. A gente se tocou e ele me colocou na água. Daí, fiquei tentando voltar, mas a pista parecia a 23 de maio às 18h Acabei perdendo três posições ali.”

De qualquer forma, Barrichello comemorou ter acertado nas escolhas dos pneus em condições caóticas.

“Eu adoro o molhadão. Quando está secando, também fica muito legal, porque se você faz a estratégia na hora certa, acaba ganhando posições. Coloquei o pneu de seco na hora exata e fui lá para frente. Mas a ultrapassagem nessas condições fica quase impossível, porque frear no molhado com pneus slick é igual pisar na casca de banana.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Rubens Barrichello
Tipo de artigo Últimas notícias