Sam Michael espera que problemas da McLaren nos box tenham acabado

Diretor esportivo revela que equipamento que falhou em Valência foi remodelado e passou por 800 ensaios sem problemas

O diretor esportivo da McLaren, Sam Michael, está confiante de que problemas como os que retardaram a segunda parada de Lewis Hamilton no GP da Europa não voltarão a acontecer.

Depois do primeiro pit stop do inglês bater um recorde, durando apenas 2s6, a segunda parada demorou mais de 14s devido à quebra da peça usada para levantar o carro, inspirada na usada pela Ferrari, que a equipe estreava em Valência.

“Nós identificamos porque aquilo quebrou e o desenho foi modificado. Na segunda-feira, completamos 800 simulações com o novo sistema e não houve nenhuma falha. Durante um fim de semana de corrida, fazemos provavelmente cerca de 50 pits, incluindo todos os treinos, então fizemos o equivalente a 16 GPs na segunda-feira.”

As trocas de pneus lentas não são novidade para a McLaren, que sofreu problemas semelhantes no início do ano. Michael explica que isso se deve à série de novidades que a equipe passou a usar nesta temporada, incluindo um sistema de luzes ao invés do pirulito e novas pistolas.

“Neste ano, remodelamos os equipamentos e o pessoal, e introduzimos várias peças novas. O natural na engenharia é que às vezes você erra, e foi o que aconteceu conosco em Valência. Se você olhar para trás, quando as outras equipes introduziram esses equipamentos, também sofreram e estamos nessa fase. É natural ter problemas.”

Michael afirmou ainda que o mecânico que cuida da roda traseira direita está se recuperando bem depois de sofrer um corte durante o pit desastroso de Hamilton. “Ele deve voltar para Silverstone. Mas temos um plano B caso isso não ocorra.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias