Satisfeito com primeira fila, Webber espera corrida tensa

Australiano reconhece que não teve armas para superar o companheiro Vettel e vê clima influindo no domingo

Webber em Interlagos

Segundo colocado no grid para o GP do Brasil, Mark Webber saiu do carro metade satisfeito, metade resignado. Mesmo tendo feito uma boa volta, o australiano não conseguiu superar o companheiro Sebastian Vettel, cena que se repetiu pela 16ª vez em 2011.

“Foi muito bom. Sempre fui muito bem aqui e acho que foi um bom esforço por parte de toda a equipe. Fiquei muito perto de Seb [Vettel], que obviamente fez uma grande volta novamente, mas ainda assim não houve muita diferença entre nós dois.”

O piloto da Red Bull espera muita ação na corrida de amanhã, devido ao clima incerto e à grande possibilidade de chuva.

“Amanhã sabemos que o clima vai influir. Pode chover, pode ficar mudando. Isso é bom para quem estará em casa assistindo pela TV, ainda que dentro do cockpit seja um pouco tenso. Deve ser uma boa corrida amanhã. Quero terminar por cima e estou ansioso.”

De acordo com o australiano, as equipes não podem simplesmente apostar em um acerto para a chuva, pois é muito provável que a água não caia durante toda a prova.

“Não há muito o que se possa fazer hoje em dia. É só colocar os pneus de chuva e ir assim mesmo, porque você não sabe se terá de fazer outras 30 voltas no seco. Não é comum ter uma corrida inteira no molhado.” 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Pilotos Mark Webber
Tipo de artigo Últimas notícias