Sauber vê asa traseira funcionando melhor em algumas equipes

Chefe de Kobayashi e Perez diz que ainda é cedo para avaliar o impacto da mudança e sugere que os times façam uma avaliação conjunta após a metade da temporada

Peter Sauber está feliz com a relação de seus carros com os pneus

Sexta no mundial de construtores, classificando-se entre os dez primeiros em todas as provas – ainda que tenha perdido os pontos do GP da Austrália devido a irregularidades no carro – a Sauber está feliz com sua adaptação à asa traseira móvel e aos novos pneus Pirelli.

“É fato que essas asas estão funcionando melhor para algumas equipes do que para outras. Em nossos carros, estão trabalhando bem desde a primeira corrida e cumprindo seu papel de aumentar o número de ultrapassagens. No entanto, acho que ainda é muito cedo para tirar uma conclusão definitiva. Acho que seria útil se todos os envolvidos pudessem sentar no meio da temporada e avaliar nossas experiências”, propõe o chefe da equipe, Peter Sauber.

Falando por meio da assessoria de imprensa da equipe, o suíço fez questão de parabelizar o trabalho da Pirelli.

“A Pirelli teve um batismo de fogo. Foi pedido a eles que cumprissem com requerimentos muito duros e com muito pouco tempo de desenvolvimento. Depois de três grandes prêmios, deveríamos aplaudi-los por lidar com um desafio desses tão rapidamente.”

Sauber aproveitou, ainda, para elogiar o trabalho dos engenheiros no desenvolvimento do carro.

“Nosso carro cuida muito bem dos pneus, mas isso não é por acaso. Nossos engenheiros começaram a trabalhar nisso nem no início do desenvolvimento do carro e agora estamos colhendo os frutos.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias