Schumacher bate Rosberg e se surpreende com a quinta colocação

Heptacampeão supera parceiro, mas credita resultado às circunstâncias provocadas pelo acidente de Perez na fase final do treino

Michael Schumacher em Mônaco

 

Quinto colocado no grid de largada, Michael Schumacher nem se preocupou em comemorar o fato de ter ficado à frente do companheiro de equipe, Nico Rosberg.
 
O heptacampeão mundial deu mais atenção ao acidente de Sergio Perez, que o fez ter lembranças do período negro da F-1, entre os GPs de San Marino e Mônaco, quando o austríaco Karl Wendlinger sofreu acidente similar e ficou em coma, duas semanas após as mortes de Roland Ratzemberger e Ayrton Senna.
 
"Este incidente me lembra muito o que aconteceu com Karl Wendlinger em 1994 e mostra a qualidade das melhoras na segurança que a FIA vem implementando, principalmente nos crash-tests nas laterais do carro", comenta o heptacampeão, que, curiosamente, esperava largar algumas posições atrás, mas garantiu que fará o possível para se aproveitar da oportunidade.
 
"Acabei me beneficiando das circunstâncias e provalmente a sétima posição seria algo mais realista. Com outra boa largada, tentarei aproveitar ao máximo esta posição, pois ultrapassar aqui será difícil e a estratégia contará mais que em outros circuitos", completa o piloto da equipe Mercedes.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Pilotos Michael Schumacher
Tipo de artigo Últimas notícias