Schumacher diz ter contrato assinado para ser piloto de testes

Mas alemão garante que usará a segunda aposentadoria para se aplicar no paraquedismo e "não ter de pensar tanto em F-1"

Após encerrar a carreira com um sétimo lugar no GP do Brasil, Michael Schumacher garantiu que tem planos para seu futuro. O piloto disse ter “assinado um contrato para ser um piloto de testes ativo”.

Mas, aparentemente, o contrato não o obriga a ir para todas as corridas, pois o alemão disse querer ainda melhorar suas habilidades como paraquedista. “Ainda sou novato, mas aprendi a me desligar e estou ansioso para não ter de ficar só pensando em F-1”, disse à revista Stern.

Schumacher lembrou que sua prova final na carreira teve muito a ver com sua primeira corrida. “É estranho que tenha terminado minha carreira com um sétimo lugar – foi como tudo começou, na classificação [no GP da Bélgica de 1991]. E com sete títulos: é um bom número”.

O piloto ainda elogiou o novo tricampeão do mundo, Sebastian Vettel. “Foi um bom final. Uma ótima corrida, um ótimo campeão e uma ótima virada. Sebastian é um dos pilotos mais inteligentes e abertos para entender o que é necessário”.

De acordo com Schumacher, Vettel, assim como ele, observa os rivais. “Fazia isso e copiava tudo o que eles tinham de melhor, e resultou em uma boa mistura”.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Michael Schumacher
Tipo de artigo Últimas notícias