Schumacher: "“Minha motivação está completamente intacta"

Após perder a vaga na Mercedes para Lewis Hamilton, heptacampeão terá ainda de lidar com punição por batida em Cingapura

Mesmo com a confirmação de que não pilotará pela Mercedes ano que vem, cedendo sua vaga para Lewis Hamilton, Michael Schumacher garante que está confiante para o final de semana do GP do Japão. O alemão de 43 anos ainda não anunciou se vai se aposentar ao término da temporada ou assinará com outra equipe. “Minha motivação está completamente intacta depois das notícias da semana passada, especialmente porque Suzuka é um dos destaques da temporada para mim. Gosto do circuito – tem partes que lhe desafiam como piloto de uma maneira que não replicada quase em nenhum lugar.”

Para piorar a situação, o heptacampeão largará 10 posições atrás daquela que conquistar no grid, pagando pelo acidente que tirou Jean-Eric Vergne da corrida de Cingapura. “Logicamente, seria bom conseguir um destaque esportivo neste final de semana, mesmo que minhas chances estejam limitadas devido à penalidade. Mas sempre abordei esse tipo de coisa como um desafio.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Pilotos Michael Schumacher
Tipo de artigo Últimas notícias