Schumacher perde para Rosberg pela segunda vez

Assim como em Melbourne, heptacampeão não passa para a fase final, ao contrário do companheiro; ambos se queixam da asa traseira móvel

Rosberg e equipe tentam entender o que se passa com o MGP W02

Mais uma vez, a Mercedes não conseguiu ser páreo para Red Bull, McLaren, Ferrari e, até, Renault nos treinos deste sábado para o GP da Malásia. E, novamente, Michael Schumacher foi superado por Nico Rosberg no grid de largada.

Enquanto o heptacampeão mundial foi eliminado na segunda fase do treino, o filho de Keke Rosberg passou à fase final e largará em nono, logo atrás das quatro grandes. "Tivemos problemas com a ativação da asa traseira e isso me comprometeu. Foi uma pena, pois rendeu bem nas saídas anteriores", justifica Schumacher.
 
Nico partilha da mesma queixa. "A equipe progrediu e tive um equilíbrio decente no Q2. Mas isso se perdeu no Q3 e, combinado com o problema da asa traseira, não conseguimos obter a performance, o que é frustrante. Não sabemos os motivos que não nos permitem obter mais performance."
 
Schumacher, no entanto, acredita que o modelo MGP W02 evoluiu e torce por uma loteria. "Gostaria de dizer que demos um passo à frente graças ao trabalho da fábrica. Agora, temos de nos concentrar na corrida de amanhã, firmes na crença de que tudo pode acontecer."

>>

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Malásia
Pilotos Michael Schumacher , Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias