"Se não ajudasse, ninguém testaria", aponta Raikkonen

Finlandês reclama de vantagem que Mercedes teve por teste da Pirelli e vê Lotus sofrendo na classificação no Canadá

A exemplo de Sebastian Vettel, Kimi Raikkonen se mostrou contrariado em relação ao teste que a Mercedes realizou a pedido da Pirelli na Espanha, há cerca de um mês. Segundo o piloto da Lotus, o time obteve vantagem com o tempo adicional de pista.

“É difícil dizer o quanto você ganha, mas o fato é que todas as equipes que tivessem essa chance aceitariam. Não importa se você souber qual pneu está usando, sempre vai ajudar. É por isso que testamos. Caso contrário, ninguém testaria.”

Em relação às expectativas para o GP do Canadá, o finlandês acredita que será mais uma classificação difícil para a Lotus e boa para a Mercedes, mas vê um cenário diferente em relação à vitória tranquila que Nico Rosberg teve em Mônaco.

“Espero outra classificação difícil. Acho que a Mercedes serão muito fortes, porque são boas em velocidade de reta. Na corrida, a história deve ser um pouco diferente. Em Mônaco, o primeiro colocado pode controlar a velocidade e é muito mais fácil manter os pneus intactos. Neste circuito, ultrapassar será muito mais fácil, então não dá para controlar as coisas tão facilmente. Deve ser uma história diferente, mas o clima pode ser muito complicado neste final de semana, então temos de esperar para ver.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias