Sebastian Vettel escapa de punição pro troca de motor

Última unidade à qual o piloto tem direito no ano não está quebrada, ao contrário do que a Red Bull acreditava

O piloto da Red Bull, Sebastian Vettel, está a salvo de uma punição pela utilização de um sexto componente da unidade de potência em seu carro – pelo menos por enquanto.

[publicdade] O alemão, que vem tendo um ano marcado por problemas técnicos, teve seu quinto motor de combustão retirado de seu carro na sexta-feira do GP da Bélgica após uma rachadura no escapamento e correu com uma unidade mais antiga. Porém, as análises da Renault, segundo a Auto Motor und Sport, demonstraram que a peça retirada pode ser reparada e poderá voltar a ser utilizada.

As regras determinam que cada piloto utilize, ao longo da temporada, cinco unidades de cada componente. O motor foi “desmembrado” em seis itens, que são contabilizados separadamente. A partir da sexta unidade de qualquer um destes itens, o piloto perde 10 posições no grid. Caso isso ocorra com um segundo item, serão mais cinco posições e, se toda a unidade for trocada pela sexta vez, o piloto larga do pit lane.

Não existe uma regra, contudo, que determina que as peças têm de ser usadas em qualquer ordem. Sendo assim, o piloto pode reutilizar unidades que não quebraram nas 12 primeiras etapas.

Contudo, como é improvável que o alemão consiga fazer as sete etapas restantes com as peças que lhe restam, até por uma questão de desgaste, a expectativa é que Vettel utilize o motor recuperado de Spa nas três próximas provas e pague a punição por usar o sext no GP da Rússia, pista de alta velocidade.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias