Sebastian Vettel faz sua 150ª corrida em Spa; veja as cinco melhores

Motorsport.com compila as cinco melhores corridas do tetracampeão da Ferrari, que atua na Fórmula 1 desde 2007

O GP da Bélgica marcará a corrida 150º do tetracampeão mundial Sebastian Vettel. O piloto da Ferrari tem carreira notável na Fórmula 1. Desde sua primeira aparição, com um oitavo lugar no GP dos EUA de 2007, Sebastian coleciona vitórias, recordes e sucessos.

Ferrari completa 900 GPs; relembre todos os campeões do time

Confira aqui as cinco melhores apresentações do piloto no campeonato mundial:

5. GP da China, 2007

Depois do vexame de acertar Mark Webber durante um Safety Car na corrida anterior, no Japão, quando ocupava o terceiro lugar com sua Toro Rosso, o destino deu outra chance de ouro para Vettel brilhar. Quando o dia amanheceu chuvoso em Xangai, o alemão de 20 anos mostrou o talento que tinha, indo de 17º no grid para o quarto lugar no fim da prova.

4. GP de Abu Dhabi, 2010

Na entrevista coletiva de quinta-feira, Vettel foi perguntado se faria jogo de equipe para que seu companheiro e rival, Mark Webber, fosse campeão em cima de Alonso. Ele, correndo por fora na disputa, pediu para que todos esperassem o início do final de semana. Falou bem. Vettel simplesmente foi irretocável, fazendo a pole position e dominando o GP, enquanto que Webber não conseguia encontrar o mesmo ritmo e Alonso, vítima de uma estratégia ruim da Ferrari, ficou preso atrás da Renault do russo Vitaly Petrov. Independente disso, “Seb” fez sua lição de casa e transformou sua desvantagem de 15 pontos para Alonso em vantagem de quatro para se sagrar o campeão mais jovem da história da F1.

3. GP da Malásia, 2015

Depois de um 2014 difícil na Red Bull, Sebastian foi para a Ferrari. No time de seus sonhos, o alemão não demorou muito para exorcizar a má fase. Já na segunda corrida ele triunfou. Mas não foi uma vitória qualquer. Ele derrotou com propriedade as quase imbatíveis Mercedes de Hamilton e Rosberg, que sofreram mais que o esperado com o calor malaio após um domínio acachapante na corrida anterior, na Austrália. Se pode dizer que esta tenha sido a única derrota “normal” da equipe alemã desde o início da nova “era turbo”.

2. GP da Itália, 2008

Uma Toro Rosso na pole e vencendo. Impossível? Não para Vettel. Já reconhecido como um bom piloto, esta corrida mostrou que Sebastian não tinha um talento comum. No molhado, ele marcou a pole position à frente da McLaren de Kovalainen, que não conseguiu ameaçá-lo em nenhum momento da corrida. A performance segura do alemão nas condições adversas e em um carro longe de ser o melhor o credenciaram a ser nova sensação da F1.

1. GP de Cingapura, 2013

Vettel tem quatro dos chamados “Grand Chelems” (pole, volta mais rápida, lider em todas as voltas e vitória), mas este é o mais especial. Na verdade, esta certamente é uma das performances mais dominantes que um piloto já teve na história da F1. Vettel abriu grande vantagem desde o início, mas este espaço foi cortado por um Safety Car com um terço de prova. Entretanto, na volta Vettel apertou o pedal da direita para valer: abria dois segundos por volta para os demais e conseguiu parar nos pits sem perder a liderança voltas depois. De quebra Ttrminou a corrida ainda 32 segundos à frente do resto.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Conteúdo especial