Segundo, Hamilton se diz feliz por ficar "longe da cabeça dos comissários"

Após sobreviver a intensa pressão de Mark Webber, inglês afirma que nunca perdeu a confiança em si mesmo

Hamilton chegou ao pódio pela primeira vez desde o GP da Alemanha

A missão de Lewis Hamilton no GP da Coreia foi cumprida: pela primeira vez em sete provas, o inglês ficou longe de problemas e da “cabeça dos comissários” e conquistou um sólido segundo lugar. Quem garante é o próprio piloto.

“Foi um bom final de semana se comparado com os que tive em um passado recente. Só tentei me manter longe de problemas e do pensamento dos comissários.”

Hamilton, que largou na pole e foi superado logo na primeira volta por Sebastian Vettel, teve uma intensa briga com Mark Webber pela segunda colocação.

"Nossas largadas têm sido fantásticas, especialmente nesta metade da temporada. Acho que mesmo se eu não tivesse perdido a primeira posição na largada, ele teria me ultrapassado, pois estava muito rápido."

“Mark pilotou muito bem e Vettel também, gostaria de parabenizá-lo. Era impossível acompanhar, estava lutando muito com o carro que saía de frente”, acrescentou Hamilton.

Perguntado se o resultado renovaria sua confiança em si, o piloto da McLaren desdenhou: “Nunca questionei minha confiança em mim mesmo. Também tenho a confiança e o apoio da equipe.”

Hamilton também acredita que a performance apresentada na Coreia do Sul foi uma de suas melhores no ano. "Definitivamente. Ainda mais com a pressão que fui submetido. É muito fácil de travar rodas, cometer erros, passar reto. E não cometi nenhum. Então, estou muito feliz. Nas últimas corridas não estive nem perto de alcançar essa posição. É bom estar de volta."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Coreia
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias